Empresas se adaptam ao home office com soluções em nuvem

O trabalho em home office ganhou ainda mais adeptos durante a pandemia da Covid-19. Algumas pessoas já trabalhavam assim. Mas, empresas se adaptam ao home office com as soluções em nuvem. E isso foi suficiente para manter o bom desempenho dos colaboradores.

Além disso, as empresas enfrentaram e continuam enfrentando diversos desafios. Um deles é justamente o de ter que manter o bom desempenho no atendimento ao cliente, por exemplo.

Consequentemente, outro desafio é o de ter que ser ainda melhor do que em seus espaços físicos, já que as relações se tornaram cada vez mais virtuais entre empresa e consumidor.

Empresas em home office: quais as previsões das pesquisas?

Será que basta ter acesso à internet para podermos afirmar que podemos trabalhar em qualquer lugar? Não é bem assim. Para alguns ramos, há necessidade de ter uma equipe de profissionais qualificada.

O modelo home office proporciona ao colaborador a vantagem de fazer o trabalho remoto ou de forma híbrida, metade da semana remoto e a outra metade na sede da empresa.

Será que basta ter acesso à internet para afirmarmos que podemos trabalhar em qualquer lugar? Não é bem assim. Para alguns ramos, há necessidade de ter uma equipe de profissionais qualificada.

O modelo home office proporciona ao colaborador a vantagem de fazer o trabalho remoto ou de forma híbrida, metade da semana remoto e a outra metade na sede da empresa.

Uma dessas soluções é o armazenamento em nuvem. Por falar em nuvem, você sabe como funciona essa forma de armazenar dados em nuvem? É o que vamos te explicar neste blog.

Antes de tudo, é válido explicar aqui também quão forte é a tendência do home office permanecer como modelo de trabalho, depois da pandemia.

As pesquisas apontaram o cenário atual: empresas se adaptam ao home office com soluções em nuvem

De acordo com a Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades (Sobratt), uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2020, já previa o crescimento de 30% do home office no Brasil após a pandemia.

O estudo citou o e-commerce e o ensino à distância, que em geral, deveriam crescer 30% e 100%, respectivamente.

A pesquisa trouxe uma percepção de que as lideranças vão precisar revisar os processos de seus negócios, para entenderem que a tecnologia é cada vez mais um ativo humano.

Outro dado importante trazido pela Sobratt é de que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), trabalhar em casa ou em outros espaços cresceu 21,1% entre 2017 e 2018.

Um estudo noticiado pela Agência Brasil, em julho do ano passado, da Fundação Instituto de Administração (FIA) coletou, em abril do ano passado, dados de 139 pequenas, médias e grandes empresas que atuam em todo o Brasil.

A pesquisa apontou que 46% das empresas adotaram o home office como forma de trabalho durante a pandemia da Covid-19.

Os principais setores que aderiram ao home office foram no ramo de serviços hospitalares (53%) e na indústria (47%).

O estudo mostrou também que 67% das empresas relataram dificuldade em implantar o sistema de home office.

Apesar disso, 50% disseram que a experiência com o teletrabalho superou as expectativas e 44% afirmaram que o resultado ficou dentro do esperado.

36% não pretendem manter o trabalho à distância após o fim da pandemia. 34% querem manter o trabalho remoto para 25% do quadro de funcionários. E 29% das empresas querem o remoto para pelo menos 50% ou até todos os funcionários.

Isso reflete o bom cenário para o investimento em soluções eficientes, como as soluções em nuvem.

A diferença do trabalho remoto para o presencial

Trabalhar remotamente é transformar uma dinâmica de zona de conforto para a sua dinâmica, que pode mudar todos os dias conforme o seu ritmo. Você faz seus horários, estabelece suas prioridades de entrega e tem mais autonomia.

Mas, precisa de ferramentas que te vão possibilitar evoluir, crescer, analisar métricas para saber quando mudar a rota e emitir relatórios.

Dessa forma, as soluções em nuvem estão cada vez mais dentro desse cenário permitindo que você tenha tudo isso.

Segundo pesquisa da empresa de consultoria americana Gartner, Inc., 47% dos líderes das empresas planejam permitir que os funcionários trabalhem à distância em tempo integral, após o período de pandemia.

Por outro lado, 82% dos gestores pretendem que os colaboradores trabalhem remotamente alguns dias da semana.

De acordo com a pesquisa, a previsão é que, até 2024, as reuniões presenciais representem apenas 25% do total de reuniões. Isso por causa do aumento de usuários fazendo reuniões através de chamadas por videoconferência.

Já em relação à telefonia em nuvem, a pesquisa mostrou que o número de empresas utilizando o serviço deve crescer 8,9% em 2020 e 17,8% em 2021.

O atendimento feito em home office pode ser feito com ligações telefônicas de alta qualidade com o uso da internet. Os recursos para isso podem ser um telefone IP ou um softphone instalado em um aparelho de celular.

Soluções em nuvem: o que significa?

A nuvem é uma rede de servidores com vários softwares e bancos de dados executados nesses servidores. Mas, você deve estar se perguntando, onde ficam todos esses servidores?

Eles são distribuídos em um data center. Há vários espalhados pelo mundo. Com o sistema de computação em nuvem, tanto as empresas, como usuários não precisam administrar servidores físicos e utilizar softwares em seus computadores.

Uma grande central faz este serviço, gerenciando dados em diversos servidores. Quando você acessa seus dados na nuvem, você pode acessá-los de qualquer lugar e em qualquer dispositivo móvel que esteja conectado a esta nuvem.

Geralmente, fazemos isso com fotos, quando armazenamos na nuvem para não sobrecarregar a memória de nossos celulares, por exemplo.

Mas para as empresas, este recurso se tornou ainda mais importante. Mesmo trabalhando remotamente você pode ter acesso a documentos, arquivos, fotos e outras documentações necessárias ao seu dia a dia.

Tudo isso através da nuvem. Além disso, supervisores de equipe podem ter acesso a relatórios com informações essenciais para avaliação e planejamento de ações com os seus respectivos colaboradores.

Outro benefício é o aumento da produtividade gerada para o seu time. Mais acessibilidade, mobilidade e ganho na produção, nas vendas e nas oportunidades de negócios.

Solução que gera economia

A utilização do armazenamento em nuvem reduz custos com tecnologia da informação ou montar uma equipe de TI para a empresa. Sabe por quê?

As empresas não precisam atualizar e coordenar seus próprios servidores, já que os próprios servidores da nuvem podem ajudá-lo neste trabalho.

Consequentemente isso ajuda muito mais as empresas que não tem como pagar uma estrutura interna com vários servidores. Mas utilizam soluções em nuvem terceirizadas.

Para as empresas que têm transações internacionais, o serviço em nuvem proporciona mobilidade de acesso aos colaboradores a arquivos e documentos de qualquer parte do mundo.

Ficou interessado em conhecer ainda mais sobre os nossos serviços de solução em nuvem? Entre em contato com um de nossos consultores clicando aqui.

Compartilhe em suas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin